1999
Maçãs de Carvalho

O Olhar de
Maçãs de Carvalho

As perspectivas diferenciadas, onde por vezes se destaca um pormenor de uma gravura antiga ou, pelo contrário, se abre o campo de visão para uma paisagem difusa, criam um efeito final integrador de inegável eficácia estética, onde mais uma vez se relaciona de modo inteligente o gesto mais circunscrito a uma abertura para o universo imaterial da memória e da paisagem.

Miguel von Hafe Pérez 

notas biográficas

José Maçãs de Carvalho (Anadia, 1960) é doutorado em Arte Contemporânea - Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, em 2014. Professor no Departamento de Arquitetura e no Colégio das Artes da Universidade de Coimbra.

Foi bolseiro da F.C. Gulbenkian, F. Oriente, Instituto Camões, Centro Português de Fotografia e Instituto das Artes/Dgartes.

Nomeado para o prémio BESPhoto 2005 o prémio de fotografia Pictet Prix, na Suiça, em 2008.

Expõe desde 1990 fotografia e vídeo desde os anos 2000. Em 2013 mostrou vídeos em Nova Iorque e Paris ("Fuso NY”, Union Square Park, e “Chantiers d´Europe”, Theatre de la Ville) e em 2011 em Oslo (“When a painting moves...something must be rotten!”, Stenersen Museum). Entre 2011 e 2014 realizou 4 exposições individuais em torno do tema da sua tese de doutoramento (arquivo e memória), no CAV, Coimbra; Ateliers Concorde, Lisboa e Colégio das Artes, Coimbra; Galeria VPF, Lisboa; Arquivo Municipal de Fotografia, Lisboa e foi editado um livro pela StolenBooks, em Março de 2014.